Não viaje para o Atacama sem ler esse post

Reunimos nesse post tudo o que você precisa saber antes de viajar para o Deserto do Atacama: hospedagem, onde comer barato, casas de câmbio e agências.

É sabido que o Deserto do Atacama representa um dos destinos mais cobiçados e desejados dos brasileiros. Acredito que o maior dos motivos seja pelo fato de ser tudo distinto de qualquer coisa que já tenhamos presenciado no nosso país — e olha que somos bem ricos nesse quesito.

Quando começamos a planejar uma viagem para essa parte do norte do Chile acabamos por depositar muita expectativa. E quer saber? Pode depositar! Pode depositar porque o Atacama aguenta.

No entanto, existem algumas coisas que a gente precisa saber para conseguir extrair o máximo do lugar, sem cair em uma furada. Por isso, vou falar dos pontos principais para você ter em mente e saber ao certo o que te aguarda.

Se preferir, pode acompanhar nossas dicas no vídeo acima ou seguir lendo a postagem abaixo 🙂

Onde se hospedar em San Pedro do Atacama

Esse é o ponto principal, já que nenhuma viagem se desenvolve sem esse quesito. San Pedro é um povoado bem pequeno. Portanto, a localização não importa muito, já que é possível fazer tudo a pé. Se, por um acaso, você for ficar em um dos hotéis de luxo por aqui, eles costumam ser mais afastados, mas seguramente tem sistema de transfer.

Agora, se você busca a melhor relação custo x benefício, a gente precisa indicar o hostal do Rodrigo e da Dani que abriram suas portas para nos receber.

E todo o nosso comentário aqui é a parte da parceria e amizade. É realmente com base no que conversamos com demais viajantes.

Hostal Montepardo

Para início de conversa, esse hostal possui nota 9,1 no booking e 5 no Tripadvisor — o que já dá uma certa segurança.

Além disso, vamos falar em valores, já que é uma das coisas mais importantes também. Durante a época que estivemos por lá, a diária em um quarto de casal estava valendo como 45 mil pesos (225 reais).

O Hostal Montepardo oferece um café da manhã super bem servido, no estilo buffet com:

  • ovos mexidos
  • iogurte
  • pão
  • queijo
  • presunto
  • salame
  • manteiga
  • geleia
  • doce devleite
  • frutas
  • panquecas
  • palta
  • cereais
  • sucos
  • café
  • chá
  • danone
  • achocolatado

Todos os quartos possuem banheiro privado com água quente durante todo o dia e calefação — quem já veio ao Atacama no inverno sabe que isso é um diferencial. Tem também calefação nas áreas comuns, inclusive na cozinha.

Por fim, tem wifi — que, apesar de instável, como em toda a região, é bom.

Como viram, é bem completinho e por isso que digo que tem uma das melhores relação custo x benefício.

No entanto, se você quiser pesquisar outras opções sobre onde se hospedar em San Pedro de Atacama, não deixe de ver por aqui. Lembre-se, ao usar o nosso link, você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o Para Onde Fomos a trazer sempre conteúdo atualizado.

As melhores agências em San Pedro de Atacama

Convenhamos, a melhor agência é a que você pode pagar, certo? O importante é não deixar de fazer passeio. Obviamente, se você tiver um pouco mais de folga no orçamento, vale a pena investir em um tour legal para ter uma experiência melhor.

Por isso, vou separar algumas agências por aqui em 3 categorias: barato, melhor custo x benefício e serviço personalizado.

A agência mais barata em San Pedro de Atacama

A agência mais conhecida aqui no Atacama por ter os preços mais baixos é a Lickan Antay. Pelo pouco que vi, de fato, os preços são imbatíveis. Mas é preciso ter em mente que será entregue o que você pagou. Se você busca um coquetel farto, com comida de primeira qualidade, é preciso pagar por isso.

É bom levar em consideração que as agências de forma geral trabalham com transpasso. O que quer dizer, se uma agência não alcança o número mínimo para completar um tour, ela transpassa  para uma agência “amiga”.

Agência com um bom custo x benefício

Se você quiser um bom preço, mas sem abrir mão do mínimo necessário para garantir um bom tour, a gente tem como indicação a Araya, que é uma empresa metade brasileira, metade chilena. Eles estão começando agora, mas possuem ótimas recomendações no Tripadvisor.

Agência com serviço personalizado

Agora, se você está a procura de um serviço personalizado, para ter uma experiência diferenciada no Deserto do Atacama, a gente aconselha cotar os passeios com a Ayllu Atacama. Quem acompanha as nossas redes sociais, já deve ter visto que fomos tratados como rei e rainha do deserto. Cada passeio reserva um diferencial específico, mas todos presenteiam refeições com as mais incríveis paisagens e guias excelentes.

Se quiser conferir, pode olhar alguns dos nossos posts relatando sobre cada passeio (Lagunas Escondidas de Baltinache e Termas de Puritama).

Onde trocar dinheiro (fazer câmbio) em San Pedro de Atacama

Já é sabido que San Pedro não é uma cidade tão desenvolvida assim, mas, ao mesmo tempo, possui a estrutura básica para atender todos os tipos de turistas. Inclusive, possui algumas casas de câmbio.

Encontrei algumas espalhadas pelo centrinho, como na rua Domingo Atienza e Tocopilla. No entanto, é na rua Toconao que encontramos a maior concentração de casas de câmbio aqui em San Pedro de Atacama. No dia em que fiz a cotação, 1 real estava comprando 185 pesos chilenos. A melhor casa, na época, foi a Gambarte — quase em frente a agência da Ayllu.

Só é preciso levar em consideração que não há muita regularidade por aqui e é bem possível que eles desvalorizem um pouco o nosso real na alta temporada. O ideal é trocar em Santiago, já que estamos falando de uma capital — e ainda assim, às vezes, não encontramos boas cotações.

Onde comer (almoçar/jantar) em San Pedro de Atacama

Onde comer barato em San Pedro de Atacama

Sabemos que estamos falando de um povoado minúsculo e extremamente turístico, certo? No entanto, mesmo aqui, há restaurante onde os locais costumam comer e como resultado disso, sabemos que é mais barato.

Por isso, deixo como sugestão a sequência de restaurantes da região “Carritos”. Fica bem próxima ao campo de futebol do povoado. Também é possível se localizar pela saída (final) da Feria de Artesanías que começa na praçaVocê consegue um prato por 3,2 mil pesos e a comida é de boa qualidade e bem servida.

Onde comer mais ou menos barato em San Pedro de Atacama

Se você está buscando um restaurante com um pouco menos aparência de pé sujo, uma opção mais ou menos barata, mas com uma comida bem elogiada, é a La Pica del Indio (rua Tocopilla) e o Aura Andina (início da Caracoles). Você consegue um prato comum por 5 mil pesos mais ou menos.

Uma última opção, um pouco menos conhecida é o Sol Inti, que apesar do seu preço um pouco mais modesto, não deve nada aos grandes nomes. Tanto é que ocupa a quarta posição dos restaurantes de San Pedro de Atacama.

Onde comer em San Pedro de Atacama (alta gastronomia)

Se a sua intenção é provar da alta gastronomia de San Pedro de Atacama, saiba que existem alguns reconhecidos restaurantes. Um dos mais falados é o do grupo Adobe. Por aqui os valores dos pratos partem de 9/10 mil pesos.

Outro restaurante cotado entre os 10 melhores de San Pedro é o Ckuna. Ele não fica na rua principal, é preciso ir até a Domingo Atienza, mas a pequena caminhada vale a pena.

Onde beber em San Pedro de Atacama

Não sei se vocês sabem, mas muitos restaurantes aqui em San Pedro Atacama não tem permissão para vender bebidas alcoólicas e alguns outros precisam que você esteja comendo para consumir.

Um dos poucos, se não for o único, que oferece a possibilidade de sentar para beber e bater um papo é o Chelacabur. Ele fica na Caracoles 212, um pouco antes de chegar a rua Calama.

Além de um bom espaço para beber, o local oferece grandes televisores que estão, quase sempre, passando jogo. Em contrapartida, eles não oferecem comida. No entanto, é permitido que você compre uma pizza, por exemplo, e leve para comer lá.

Por hoje é só, pessoal! Se, por um acaso, tiver restado alguma dúvida, é só deixar aqui nos comentários. Aproveitem que estamos “morando” aqui no Atacama.



  • Maíra de Lima

    Estou olhando esse hotel que vocês indicaram, gostei bastante. Porém, olhando a rua e ¨andando¨ na rua pelo maps, me pareceu um pouco insegura…é só impressão? Tranquilo andar a noite? Bjo

    • Juliana Noronha

      É escuro e deserto, como boa parte das ruas aqui no Atacama, mas nunca tivemos problemas. E nunca soubemos de nenhum ocorrido por aqui também. Pelo que vi, eles roubam mesmo é bicicleta. hahaha

  • Ótimas dicas. Eu adorei a região e ficaram alguns passeios sem fazer, então pretendo voltar, eventualmente.

    • Juliana Noronha

      O Atacama é sensacional!! Tá sendo uma experiência incrível morar aqui. ♥ Volta sim! Sempre tem mais um pouco para conhecer.
      Você veio em qual época?

  • Juliana Noronha

    Hostal Rural, Ina! 🙂