Salar de Uyuni 4 ou 3 dias | O que você precisa saber para não passar perrengue

Reunimos nesse post tudo o que você precisa saber antes de contratar o tour para o Salar de Uyuni: preço, agência e o que está incluído. Faça o passeio sem passar perrengue!

O Salar de Uyuni é o maior e mais alto deserto de sal do mundo. Além disso, na minha opinião, é um dos lugares mais incríveis. E certamente é um destino que eu recomendo para todo mundo, ou quase.

Mas o tour para Uyuni não é um tour qualquer e precisa especial atenção. Primeiro porque você ficará praticamente incomunicável por pelo menos 3 dias. Segundo que a estrutura oferecida não é das mais adequadas possíveis. E terceiro que dependendo da agência com a qual você feche o passeio pode passar de melhores para os piores momentos, apesar de todas belíssimas paisagens.

Ou seja, o passeio para o Salar de Uyuni é praticamente um sinônimo de perrengue, mas o quanto pudermos minimizar, melhor. E essa é a principal função do post.

Quanto custa o Salar de Uyuni? | Preços

Essa é a primeira dúvida de quem está planejando fazer o passeio para Uyuni. E apesar de parecer um tour muito caro, no primeiro momento, se pararmos para analisar ele tem um bom custo-benefício.

Se você começar a pechinchar, certamente encontrará uma disparidade bem relevante entre os preços de uma agência para a outra. E o principal motivo são as acomodações e comida, já que o itinerário é basicamente o mesmo.

Então é preciso avaliar que tipo de serviço você pretende receber, antes de escolher qual agência fechar o passeio. Mas uma coisa é certa, excetuando as que prestam serviço personalizado, onde o passeio pode ultrapassar a 1000 dólares por pessoa, as empresas mais tradicionais possuem pequenas variações no preço, mas que refletem drasticamente no serviço oferecido.

Sendo assim, você pode encontrar o tour para o Salar de Uyuni de 3 dias e 2 noites a partir de 430 reais + entradas e o de 4 dias e 3 noites a partir de 540 reais + entradas.

Via de regra, o serviço oferecido por esse preço é bem aquem do esperado. As acomodações podem ser em barracas de camping ou em um refúgio sem nenhum tipo de estrutura, até mesmo eletricidade. A comida então, nem se fala. Ou seja, vai ser um tour digno do que você lê por aí na internet.

Agora, se você não quer dar sorte para o azar, eu realmente recomendo que busque uma empresa com boas referências. Nesse sentido, os valores ficariam assim:

  1. Salar de Uyuni 3 dias e 2 noites: a partir de 565 reais
  2. Salar de Uyuni 4 dias e 3 noites: a partir de 700 reais

Sim, é um pouco mais caro. Mas você certamente vai garantir um mínimo conforto, qualidade e segurança.

Compre o seu Tour para o Salar de Uyuni com a gente. O pagamento pode ser feito no cartão ou à vista com desconto, e de quebra você ainda vai ter a garantia com o selo Para Onde Fomos.

O que está incluso no tour para o Salar de Uyuni

Agora que já passei os valores você deve está se perguntando o porquê de ser tão caro, certo? Como vocês já viram aqui no texto o tour pode ser de 3 dias e 2 noites ou de 4 dias e 3 noites.

Sendo assim, a depender da opção que vai escolher, você já terá 2 ou 3 diárias incluídas no preço. Lembrando que nesse modelo mais tradicional do passeio as acomodações podem ser em quartos compartilhados com o restante do seu grupo.

Além disso, dentro do preço também é oferecido a alimentação. Ou seja, durante os 3 dias você terá café da manhã, almoço e janta. Se você optar pelo de 3 dias e 2 noites, no último dia você só terá café da manhã e almoço, porque o horário previsto de chegada na cidade de Uyuni é 16h.

E se você escolher o de 4 dias e 3 noites, no último dia só será oferecido café da manhã, já que o horário previsto de retorno para a cidade de San Pedro de Atacama é 12h.

O que não está incluso no tour para o Salar de Uyuni

Sim, a parte do valor que você vai pagar para a agência, terá outros gastos. E o principal deles diz respeito às entradas. Inclusive, é preciso trocar o seu dinheiro para bolivianos antes de sair para o tour.

Passado os trâmites de fronteira, chegará ao Parque Nacional Eduardo Avaroa. Aqui é solicitado o valor de 150 bolivianos para a entrada. O ticket entregue nesse momento deve ser guardado e preservado em bom estado para o momento da saída.

Além dessa entrada, também será preciso pagar o equivalente a 30 bolivianos para entrada na Isla Incahuasi —  algumas agências aproveitam o posicionamento privilegiado da ilha para assistir o espetacular amanhecer no Salar de Uyuni.

Os valores acima citados terão que ser pagos sim ou sim. No entanto, além deles, ainda tem outros possíveis gastos e que vai depender de pessoa para pessoa.

Via de regra, a ducha quente oferecida é paga a parte e custa 10 bolivianos. Também é cobrado o uso dos poucos banheiros que tem no caminho, mas custam menos que 10 bolivianos. Dependendo da época que for, se quiser, é possível alugar um saco de dormir por um pouco mais de 10 bolivianos.

Outros gastos também existentes, mas um pouco menos “necessário” são as cervejas artesanais (18 bolivianos cada), algum vinho, as Termas do primeiro dia. No geral, eu  recomendo levar por volta de 300 bolivianos por pessoa.

Por fim, em uma das paradas você conhecerá o povoado de Colchani. Um povoado que vive apenas do artesanato, ou seja, se for com a mentalidade de comprar lembrancinhas, é preciso levar um pouco mais.

Esse post tem como foco principal ajudar no momento da contratação do passeio para o Salar de Uyuni, pra te ajudar a escolher e melhor empresa e assim evitar possíveis perrengues.

Nos próximos posts eu falo um pouco mais sobre o que levar e questão de roteiro. ♥

Não deixe de conferir também o nosso post de quanto custa viajar para o Atacama.